Sintonia 2 Temporada – Informações, quando chega e novidades Netflix

Os fãs já aguardam a 2 temporada de Sintonia, uma série brasileira lançada pela Netflix com produção de Kondzilla.

Nada oficial ainda, porém é possível ter alguns palpites para saber se a Netlfix vai dar continuidade á série Sintonia.

Assista o vídeo abaixo que há maiores informações.

Sintonia 2 temporada vai acontecer?

A empresa também revelou em um relatório ao seus investidores que “Sintonia” foi a segunda melhor estreia para uma série no Brasil.

A produção foi um dos destaques da companhia no terceiro trimestre, ao lado de outras séries queridinhas do público como Stranger Things e La Casa de Papel.

Dirigida por Kond a quebrada se viu totalmente representada em mais um feito da KondZilla. Cola e bora comemorar.

Sintonia 2 Temporada

A Netflix vai investir 350 milhões em produções brasileiras

A Netflix anunciou, nesta terça (29), que pretende investir R$ 350 milhões em produções brasileiras em 2020. OMG, isso é muito dinheiro!

O responsável pela novidade bombástica foi Greg Peters, diretor global de produto do streaming.

Durante uma palestra na Futurecom, feira de telecomunicações e tecnologia em São Paulo, ele revelou que a verba será destinada a novas produções e continuações de títulos já existentes. Tudo indica que, ao todo, serão cerca de 30 produções entre 2019 e 2020!

“Produzir histórias brasileiras têm sido um negócio doméstico, mas estamos aqui para mudar isso. Ninguém está fazendo o que estamos fazendo, mudando a forma como o entretenimento vai ser produzido“, comentou o diretor.

E o sucesso de “Sintonia” não passou batido. Greg comentou sobre a importância de produzir conteúdo com relevância local e da impacto que a série da Kondzilla teve. “Hoje, é nosso segundo programa brasileiro mais popular na Netflix.”

Ele finalizou sua fala explicando que um dos objetivos da Netflix é tornar seu produto mais acessível. “Queremos que cada vez mais pessoas do mundo todo tenham acesso a grandes histórias. Para nós, a arte pode ajudar a reduzir o preconceito”, afirmou.