O que é Branding?

Para responder o que é Branding, criei este artigo que serve como guia básico para tirar as dúvidas principais sobre o assunto. 😉

Talvez quem nunca teve contato com a idéia de gerir uma marca, entenda que criar o logotipo, criar a papelaria e um website de uma empresa seja o suficiente para ações de marketing e posicionar uma marca no mercado.

Um bom logotipo que transmita a idéia do negócio certamente é essencial, mas é apenas o primeiro passo. Há muito planejamento e ações a serem executadas para fazer o Branding de um negócio.

Isso que compartilharei hoje com você!

O conceito de Branding

A melhor maneira de iniciar um assunto estruturado, é falar sobre o conceito.

Branding é um termo inglês que significa gestão de marca.  Marca é um conjunto de características visuais ou não, que identificam um negócio/empresa no mercado, como por exemplo logo, tipografia, cores, jingle e outros elementos essenciais adicionais.

Exemplo prático: A Marca Apple é representada por uma “maça mordida”. Com o logo criado, a agência fez todo o branding para posicionar a Apple no mercado.

Logotipo Apple Exemplo gestão

Afinal, o que é Branding?

Com as definições anteriores estabelecidas, posso dizer que Branding é um conjunto de estratégias e ações para construir e posicionar uma marca no mercado.

✏️ Anote aí: Sei que há muito o que fazer para alcançar excelentes resultados com uma marca. Neste guia básico, quero compartilhar os fatores principais para gestão de marca. O ideal é estudar para entender os conceitos e se aprofundar no assunto.

Abaixo listarei um exemplo de conjunto de ações responsáveis por criarem o Branding de um negócio, ou seja, gerir uma marca.

Logotipo: O primeiro elemento a ser criado ou reestilizado para fazer o branding é pensar na marca e qual será o seu símbolo visual representativo no mercado, assim como citei a apple anteriormente. Aliás conceituar logotipo é outra tarefa bem difícil (rsrs), há muitos pensamentos sobre o assunto. Pra mim é a junção do logo (desenho) + tipo (tipografia). Isso é assunto para outro artigo. 🙂

Slogan: Algumas empresas trabalham fortemente com seu slogan. Um que gosto muito é o da nike “Just do It”. Um slogan sugestivo que combina com diversos contextos. Minha contextualização preferida é “simplesmente faça”.

Cores: Apesar de fazer parte do logo, as cores transmitem mensagens diferentes. Portanto, saber utilizar as cores faz todo o sentido para posicionar a marca. Você pode ler este artigo sobre Psicologia das Cores de meu amigo Henrique Carvalho e entender como as cores se comportam.

Papelaria: No início deste guia básico, mencionei que papelaria não era branding, e realmente não é, mas faz parte do conjunto de ações. Uma boa apresentação auxilia na consolidação da marca, portanto não deixe de fora.

Branding o que é

Marketing: Talvez este seja um dos pontos principais para fazer um branding de um negócio. Há diversas ações que precisam se comunicar entre si, desde uma pesquisa de mercado para entender seus concorrentes e a aceitação do negócio, até estratégias de publicidade muito bem definidas para aumentar o engajamento e, consequentemente o resultado do processo.

Mídia: Faz parte das estratégias de marketing, mas achei importante deixar separado. Encontrar a mídia certa para anunciar pode definir o sucesso ou o fracasso do negócio. Tenho certeza disso, pois passei diversos momentos em meu negócio na fotografia de casamento e sei que definir o tipo de mídia correto, pode mudar um negócio da água para o vinho.

Aqui vale também analisar e criar campanhas em mídias distintas para reforçar a marca. É recomendável criar ações de marketing na internet juntamente com mídias impressas, como revistas. Claro que é necessário estudar e viabilizar o projeto e verificar qual tipo de mídia mais indicado para um nicho específico de mercado.

Preço: Muitas pessoas talvez nem saibam disso, mas precificar um negócio de acordo com o público que deseja atingir, pode ser o melhor filtro para atingir as pessoas certas.

Você sabia que um dos fatores para a Churrascaria Fogo de Chão se posicionar como marca Premium no segmento foi precificar 30% mais caro que os concorrentes?

Para concluir

Talvez neste primeiro contato com a definição de branding, sua cabeça pode estar confusa. Minha sugestão é ler pelo menos mais 02 vezes, fazer anotações pessoais e iniciar uma simulação prática.

Como tudo na vida, aprendemos melhor praticando.

Abraços e até a próxima! 😉